Tags:
Sem Categoria

Pavilhão das artes apresenta fotógrafos paraenses

O Pavilhão das Artes, localizado no Palácio da Instrução, em Cuiabá, recebe entre 05 de novembro e 05 de dezembro, às 19 horas, a exposição de dois expoentes da cena fotográfica paraense e nacional: Guy Veloso e Fatinha Silva. Na abertura da exposição haverá um seminário sobre fotografia. O Estado do Pará, em 25 anos de trabalho conseguiu projetar no cenário nacional e internacional, inúmeros artistas. Entre eles: Luiz Braga, Elza Lima, Paula Sampaio, Flávya Mutran e Miguel Chikaoka (fundador da famosa Fotoativa), Mariano Klautau Filho e Guy Veloso.

Guy Veloso traz para Cuiabá a exposição: “Entre a Fé e a Febre: Retratos de Guy Veloso” (Belém-PA, 1969). Retratos tem como base a fé, porém, à transcende. Revela manifestações religiosas ímpares no interior profundo do Brasil; ritos que, mesmo em um mundo “globalizado”, são desconhecidos do grande público, em muitos casos, até das pessoas que vivem nas cidades onde ocorrem. Registro de uma cultura imaterial que, se não está muito próxima do seu fim, ao menos a cada dia se modifica a olhos vistos. A captação das imagens, iniciada em 1998, foi feita exclusivamente com câmeras analógicas e durou sete anos. Contou com um complexo estudo prévio, exaustivas negociações com grupos religiosos fechados ou mesmo secretos – alguns aqui pela primeira vez documentados – e visitas sistemáticas a oito Estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste em épocas específicas de festas, procissões, rituais e romarias. Todo esse percurso gerou uma coletânea de fontes primárias em religiosidade popular brasileira.A exposição de Guy Veloso nos mostra um “estranhamento” do mundo – pois é assim que ele o vê.

O artista tem 40 anos e nasceu e trabalha em Belém-PA, metrópole culturalmente pulsante de dois milhões de habitantes no coração da Amazônia. É fotógrafo independente desde 1988 com diversas publicações nacionais e internacionais. Guy, sem sombra de dúvida, é um dos mais talentosos fotógrafos paraenses, não por acaso que este mês o artista estará na 29ª Bienal de São Paulo, a mostra internacional de artes mais importante da América Latina.

Já Fatinha Silva traz “À Fronteira do Real”, um momento para que se reflita a fugacidade dos dias atuais. Realidade? Irrealidade? Quão esta divisória pode ser tênue no início do século XXI, podendo nos levar ao engano? São 25 fotografias e um grande painel usando imagens de manequins de plástico exibidos em vitrines.

Segundo o curador na mostra, Guy Veloso, o ensaio “sugere, com uma ironia rascante, que os manequins de butique estão cada vez mais parecidos com gente, à medida que os de carne e osso assemelham-se cada vez mais a inanimados bonecos”.

Fatinha Silva nasceu em Minas Gerais e há 27 anos vive no Pará. Em 1999 fez o curso de fotografia na Fotoativa e, desde então, a paixão por esta arte não parou de crescer. Seguiram-se várias exposições e prêmios, inclusive, o Nikon Photo Contest, no Japão. A mostra já foi montada em Belém, Brasília, Aracaju e agora em Cuiabá.

A proposta de trazer a exposição desses renomados fotógrafos do Pará, faz parte do projeto Diálogo Contemporâneo que está sendo desenvolvido dentro do Pavilhão das Artes, em parceria com a Secretaria de Estado do Cultura, buscando as iniciativas de intercâmbio para conhecimento da produção da arte brasileira. Também estabelecendo um estreitamento com outros centros da produção cultural. O projeto é uma realização do Pavilhão das Artes e Centro de Artes Visuais do Estado de Mato Grosso em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura, Estúdio de Fotografia José Medeiros Imagem e Dom Produções.

Serviço:

O que: Exposição Fatinha Silva e Guy Veloso – Fotógrafos do Pará
Abertura: 19h do dia
Quando: 05 de novembro a 30 de Novembro de 2010
Onde: Pavilhão das Artes – Palácio da Instrução – Praça da Matriz, Centro – Cuiabá.
Quanto: Exposição Gratuita
informações: 3613-9230

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *