- Seja Bem Vindo(a) ao Jornal Correio da Semana -

Novidade Política

Pesquisa vai indicar se é viável aliança entre Mendes e Silval

Publicado por

Pesquisas qualitativas vão indicar se é viável ou não uma adesão do PSB ao projeto político do grupo formado por PR, PMDB e PT, visando à disputa majoritárias nas eleições de outubro de 2010. Na reunião de quarta-feira (3) à noite, no apartamento do governador Blairo Maggi (PR), no bairro Goiabeiras, em Cuiabá, e que contou também com a presença do vice-governador Silval Barbosa (PMDB), os líderes da base aliada do Governo tentaram convencer o empresário Mauro Mendes (PSB) a compor com o bloco governista. A informação é do jornal Diário de Cuiabá, que revelou, com exclusividade, o encontro. A chapa majoritária, liderada pelo peemedebista e composta também pelo empresário, teria, em tese, mais chances de vencer a oposição – que traz nomes como o do prefeito Wilson Santos (PSDB) e do senador Jaime Campos (DEM) para a disputa ao Governo, observa a jornalista Sônia Fiori. No encontro, diz o […]

Leia Mais >
Economia

Próximo prêmio da mega-sena deverá chegar a R$ 5 milhões

Publicado por

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.158 da Mega-Sena sorteadas pela Caixa Econômica Federal (CEF), nesta quarta-feira (3). O sorteio foi realizado em São João Batista (SC), às 20h (horário de Brasília). De acordo com estimativa da Caixa, o prêmio para o próximo concurso deverá chegar a R$ 5 milhões. Confira os números sorteados: 23 – 30 – 31 – 54 – 55 – 60 Segundo a CEF, 38 apostas acertaram cinco números e cada uma vai receber R$ 33.658,71. Outras 2.442 apostas acertaram quatro números e cada uma receberá R$ 748,23. O próximo concurso será realizado no sábado (6). (Fonte: G1)

Leia Mais >
Política

Sessão do STF julga pedido de liberdade de Arruda

Publicado por

Começou por volta de 14h30 a sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) que irá julgar o habeas corpus do governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM). O pedido de liberdade foi apresentado pelos advogados no dia 11 de fevereiro, quando Arruda foi preso, acusado de tentar subornar uma testemunha do caso que ficou conhecido como mensalão do DEM de Brasília. No dia 12, o pedido foi negado liminarmente (decisão provisória) pelo ministro Marco Aurélio Mello. O habeas corpus de Arruda é o primeiro item da pauta, mas os magistrados começaram a sessão pelo julgamento de uma ação penal que envolve o ex-prefeito de Pato Branco (PR) e deputado federal Alceni Guerra (DEM-PR). O STF informou que a sessão começou pelo caso do deputado porque a ação penal estava prestes a prescrever se não fosse analisada pelos magistrados. Com a exceção do ministro Eros Grau, que se […]

Leia Mais >