Tags:
Ajuste Fiscal Brasil Destaque Economia Futuro Econômico Impostos Infraestrutura

Deficit Fiscal – Investimento despencam para além de 50%

Investimentos do Governo Federal caem 55% desde a última corrida presidencial, onde eram R$ 35 bi no 1º semestre de 2014, chegando nos atuais R$ 16 bi em 2018

Os investimentos do governo federal caíram 55% desde 2014, ano da última corrida presidencial. Os valores gastos com obras e equipamentos passaram de R$ 35,5 bilhões no 1º semestre de 2014 para R$ 16,2 bilhões no mesmo período de 2018.

Com o deficit fiscal se agravando nos últimos anos, o Executivo tem sido obrigado a cortar despesas. Como os gastos obrigatórios crescem em ritmo mais acelerado do que a receita, sobra cada vezes menos espaço para as despesas discricionárias, aquelas que o governo tem liberdade para cortar.

A saída “mais fácil” nesse cenário acaba sendo reduzir os investimentos, que vêm sendo enxugados ano a ano. Em 2019, estima-se que o próximo governo terá menos de R$ 100 bilhões para destinar a todas as despesas não obrigatórias.

Levantamento no SigaBrasil mostrou que o Ministério dos Transportes foi o que mais investiu nos primeiros 6 meses do ano. O total foi de R$ 3,8 bilhões. Já em 2014, desembolsou mais que o dobro: R$ 7,7 bilhões.

Os gastos no Ministério da Defesa caíram 63%, de R$ 6,4 bilhões para R$ 2,3 bilhões. No Ministério da Educação, a queda foi de 70%, de R$ 5,4 bilhões para R$ 1,6 bilhão. No Ministério da Integração Nacional, houve recuo de 42%, de R$ 2,1 bilhões para R$ 1,2 bilhão.

Só em 2 órgãos houve alta nos investimentos no período. No Ministério da Saúde, o crescimento foi de quase 40%. Na Presidência da República, de 23%.

 

 

Da Redação com informações do SigaBrasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *