Tags:
Artigos Cuiabá Desenvolvimento Destaque Infraestrutura Opinião Social Sociedade Tranparência

Cuiabá 300 Anos – Emanuel vem se destacando pela tranquilidade e transparência

No evento de celebração dos 299 anos de Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro expõe à população sua tranquilidade sobre as ações do seu primeiro ano de gestão e abre contagem para o tricentenário

O prefeito Emanuel Pinheiro concedeu no último domingo 8, entrevista ao site Midianews, falando diretamente aos munícipes, prestando contas do primeiro ano de governo, sobre os projetos para os 300 anos e ainda discorreu a respeito do episódio em que foi filmado, de maneira clandestina, recebendo dinheiro do então chefe de gabinete do governador Silval Barbosa, Silvio Assis.

O prefeito elencou o que já foi realizado em sua gestão nesses 14 meses, com destaque para os programas de pavimentação e os avanços na área da Saúde, em especial as finalizações da UPA Verdão e UPA Jardim Leblon e ainda a obra do novo Pronto-socorro Municipal. Emanuel tomou o cuidado de sublinhar que não resolverá todos os gargalos desse setor e que dizer isso seria até presunçoso, mas que grandes conquistas estão em curso, dentro do espírito de “Gestão Humanizada”, marca da qual administração.

Para aqueles que inacreditavelmente criticam as festas que a prefeitura vem realizando na Orla do Porto desde o início da gestão, Emanuel diz que tem espírito festeiro mesmo, que a Orla se firmou definitivamente como o local de comemoração do cuiabano no calendário de festividades e que tudo o que lá é oferecido, apesar de levar a assinatura da gestão, não envolve recursos públicos e tem bom efeito multiplicador na economia local.

Instado a falar pelos repórteres Jad Laranjeira e Camila Ribeiro sobre o episódio que ficou conhecido como “escândalo do paletó”, quando ainda era deputado estadual, Pinheiro, com muita serenidade narrou os fatos, não sem antes pedir humildemente desculpas à população, por esta ter assistido o prefeito que escolheu nas urnas, em cenas destacadas de contexto, e que levou a todos, contagiados pela onda anticorrupção que varre o país, à indignação.

Reconheceu a força da negatividade das imagens, mas ponderou que elas agora pertencem aos autos de um processo judicial, onde de fato e de direito deverá provar sua inocência, com as provas que já tem reunidas. E finaliza lembrando que os próprios delatores, Silvio Assis e Silval Barbosa, afirmaram em seus depoimentos, a que se destinavam aqueles recursos, qual seja o pagamento de pesquisas encomendadas pela pessoa física do governador ao Instituto Mark, de propriedade do irmão do então deputado.

Por outro lado, o prefeito aponta com satisfação o quanto os cuiabanos souberam separar o deputado das imagens, do prefeito e da gestão. Disse que jamais sofreu qualquer tipo de hostilidade ou deselegância por parte dos munícipes, pelo contrário, e que não só a administração não foi contaminada, como o foco foi maior e mais produtivo. Quanto à CPI, Emanuel ressaltou o papel do parlamento de investigar de maneira independente e a sua não interferência, nem na instauração da Comissão, nem no andamento dos trabalhos.

Para as comemorações dos três séculos de fundação da capital, o prefeito elencou uma série de obras a lançar e entregar nos próximos 365 dias que restam para a grande festa. Começando pelo paisagismo temporário (enquanto as obras do VLT não avançam), pelas avenidas Prainha e do CPA, passando pela construção da Torre da Cidade, com mais de 150 metros de altura e restaurante panorâmico, recuperação do Morro da Luz, do antigo Mercado Municipal (Av. Isaac Póvoas), trincheiras nas avenidas Beira Rio e das Torres, construção do Parque dos Trabalhadores na região do Distrito Industrial, do Parques de Caju no CPA, do Autódromo e, coroando, a entrega no novo Pronto-socorro Municipal. Emanuel termina dizendo que ainda haverá alguns presentes-surpresa para os cuiabanos que só serão revelados quando mais próximo dos 300 anos.

 

Da Redação 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *