Tags:
Brasil Destaque Fiscalização Infraestrutura Justiça Mercado

Brumadinho – Justiça fazendo justiça

”A Justiça já bloqueou R$ 11 bilhões de reais da mineradora Vale para compensar os prejuízos e danos ambientais devido ao rompimento de uma barragem”

Na noite de sábado (26.jan), o Ministério Público de Minas Gerais determinou o congelamentos de mais R$ 5 bilhões para assistência das vítimas. Este valor é adicionado a 1 bloqueio de R$ 6 bilhões de outras duas outras ações, uma de R$ 5 bilhões e outra de R$ 1 bilhão.

De acordo com a decisão judicial, os recursos deverão ser usados exclusivamente na reparação de danos causados às pessoas atingidas pela tragédia, nos limites territoriais do município de Brumadinho.

A justiça determinou ainda que a Vale assuma a responsabilidade da assistência às pessoas, vítimas e animais, com abrigo e fornecimento de água potável e alimentação. Segundo a decisão judicial,  mais de 1.500 pessoas, incluindo crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência, foram removidas de suas moradias. 

A empresa também terá que divulgar boletins informativos sobre as pessoas desaparecidas a cada 6 horas. Em decisão anterior, a Justiça havia determinado que a mineradora encaminhasse relatórios sobre as medidas que estão sendo adotadas e a situação de estabilidade ou não de uma 2ª barragem que corria risco de romper.

MULTAS POR DESASTRE

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) multou a mineradora em R$ 250 milhões.

A empresa também foi multada em R$ 99 milhões pela Semad (Secretaria de Estado de Meio-Ambiente e Desenvolvimento Sustentável). De acordo com o órgão, a empresa vai ser notificada na próxima 2ª feira (28.jan) e terá 200 dias para recorrer.

 

 

Da Redação. Texto publicado originalmente no site Poder360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *