Jornal Correio da Semana » Blog Archives

Author Archives: Kadu Rachid

Variedades

Marido sente-se feliz como ‘mulher’

Publicado por

Fotos da transformação

A britânica Andrea Fletcher sempre foi a feliz companheira do respeitado escritor e jornalista John Ozimek e mãe de Rafe, 5 anos. O parceiro sempre foi tudo que ela desejou: gentil, honesto, inteligente, pai dedicado – não só ao filho do casal, mas também às filhas do primeiro casamento de cada um deles, Natasha, de 16 anos, e Meg, da mesma idade.

Após o último Natal, porém, John apareceu com uma novidade: nunca foi feliz sendo homem. Quer ser uma mulher. E já tem um nome: Jane Fae.
Andrea foi pega de surpresa. Ficou confusa. Mas, com o tempo, de acordo com a matéria do jornal britanico Daily Mail, simplesmente aceitou a mudança. “Ele pode continuar sendo o que sempre foi. E eu continuo a amar essa pessoa, não importa se é homem ou mulher”, afirmou. Andrea já comprou roupas de mulher para  Jane, e também um perfume feminino.
Ela conta que durante um bom tempo o companheiro andou distante e calado e ela sabia que ele tinha algo a dizer. “Pensei que ele me contaria que tinha alguma doença horrível ou que iria nos abandonar. Mas, no fim, era isso. Confesso que até fiquei aliviada”, disse Andrea. “Não vou abandonar minha alma gêmea”, garantiu, na entrevista.
O menino Rafe estranhou o pai vestido de mulher. “Por que papai está usando uma saia?”, questionou. A mãe explicou: “Alguns pais vestem saias se assim desejarem”. O menino aceitou a explicação. Mas continua chamando “Jane” de pai. “E é o que ele é para Rafe”, diz Andrea.
Na rua, o casal já enfrenta o preconceito geral. “Duas moças passaram por nós no supermercado e começaram a rir da aparência de John. Fiquei com muita raiva e gritei para elas: pelo menos não são feias e gordas como vocês! Elas calaram a boca”, conta Andrea
Esportes

Demolição do estádio Verdão cria polêmica

Publicado por

Copa 2014

Criada há cinco meses, a Agecopa, sob o ex-prefeito de Rondonópolis Adilton Sachetti, ainda tem um grande e sinuoso caminho para assegurar a execução de todos os projetos exigidos pela Fifa para Cuiabá sediar a Copa do Mundo de 2014. A lista de exigências é grande e como a maioria das obras será executada pelo poder público precisam ser licitadas. Assim, antes de demolir o estádio Verdão e começar a construção da nova arena, é necessário, vencer algumas etapas: publica-se o edital, após 45 dias a Comissão de Licitações abre os envelopes e 30 dias depois da análise das propostas é apresentada a empresa vencedora, isso considerando o prazo legal de 30 dias para eventual contestação na Justiça de alguma empreiteira que eventualmente tenha se sentido prejudicada na concorrência.

Se não houver nenhum questionamento jurídico as obras iniciam em 105 dias. Em Mato Grosso, a Agecopa publicou o edital em janeiro. Os envelopes seriam abertos no início deste mês mas, como um dos consórcios ingressou com recurso, a Agência já enfrenta a primeira dificuldade e deve conseguir dar o segundo passo rumo à demolição do Verdão apenas em março. Se não bastasse isso, a Associação dos Usuários de Transporte Coletivo (Assut) ingressou com ação civil pública para tentar barrar a queda do estádio.

Caso a Justiça defira o pedido e as obras não forem realizadas dentro dos critérios estabelecidos pela Fifa e nos prazos corretos, Cuiabá pode ser desclassificada. O resultado deve ser desastroso porque os setores hoteleiro, turismo e de restaurantes já começaram a investir em infraestrutura e na qualificação de seus funcionários. Além disso, a população mato-grossense vive um clima de euforia para o Mundial.

As obras precisam ficar prontas até maio de 2013 para a realização da Copa das Confederações. A engrenagem é complexa porque além do estádio devem ser feitas adequações no sistema de trânsito e transporte de massa da Capital, segurança, saúde e turismo. Na lista de prioridades estão a troca de frotas de ônibus, construção de viadutos, avenidas, além de um novo hospital e ampliação do número de policiais civis e militares na Baixada Cuiabana. Todos deverão ser treinados e capacitados, inclusive a tropa de choque para enfrentar situações de conflito. No caso da segurança, a secretária estadual de Justiça e Segurança Pública planeja entregar até o final do próximo mês o projeto-piloto com as obras necessárias e o planejamento estratégico para a Copa.
Esportes

Mixto segue sem vencer

Publicado por

Mixto

O Mixto continua sem vencer no Estadual de Futebol 2010. O jogo contra Rondonópolis Esporte Clube (REC), neste domingo (21), começou sob forte chuva no estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).

Apenas 167 pagantes assistiram à partida. Mesmo depois de muitos lances a gol, o jogo terminou empatado em 0 a 0.

Durante todo o primeiro tempo, o destaque ficou para os goleiros, que fizeram grandes defesas. O primeiro cartão amarelo da partida foi para Cleiton do REC.

Estreou no segundo tempo o atacante mixtense Oscar, no lugar de Renato, e o zagueiro Sérgio Rafael no lugar de Alan. O Mixto voltou mais veloz e forçando mais o contraataque.

No time do REC, foi a vez do atacante Amilton entrar no lugar de Guilherme. No Mixto foi Paulo Matos que assumiu o lugar de Danilo. O jogo continuou disputado. Passando da metade do segundo tempo, Diogo se lançou sobre Euclides e levou cartão vermelho.

O REC insistiu colocando Andresinho no lugar de Liniquer, e Gigio saiu contundido, sendo substituído por Emerson. Mesmo com as várias tentativas de gol, o jogo terminou empatado.

Após o jogo, o Mixto voltou para Cuiabá. Segundo o treinador Roberto Cavallo, mudanças estão previstas para esta semana. Os novos jogadores também começam a treinar hoje (22).